Capacitação de professores da educação infantil e do ensino fundamental com foco na abordagem construtivista

A Língua Materna

O curso têm um programa teórico e prático, com enfoque construtivista. Ao longo dos encontros serão discutidos temas como desenvolvimento infantil, linguagem e pensamento. Serão discutidas atividades práticas de sala de aula, elaboração de projetos e planejamento. Além disso, serão oferecidos cursos com especialistas em literatura, música e artes, com o objetivo de enriquecer a experiência dos professores com propostas de ensino em que as expressões artísticas e criativas sejam levadas em conta nos seus planejamentos e práticas.

O curso será oferecido aos sábados, uma vez por mês.

Público

  • Estudantes de Pedagogia, Letras, Psicologia, Psicopedagogia.
  • Professores da Educação Infantil e do Ensino Fundamental 1, Psicólogos e Psicopedagogos. Profissionais de diversas áreas que se interessem em trabalho com crianças em escolas.

Professores

Pedagoga: Fernanda Gomes, Psicopedagoga: Helena Guéron, Especialista em Literatura infantil: Inês De Biasi, Musicista: Profa. Dra Adriana Rodrigues Didier

Programa

28 de Setembro. 14h às 17h

Por que a Literatura? Com Inés de Biase

19 de Outubro
Das 14h às 17h15

Música e Educação: a importância da linguagem expressiva e artística. Com Adriana Didier

23 de Novembro
Das 14h às 17h15

Como trabalhar com projetos em sala de aula.

Objetivo

Capacitar professores de Educação Infantil e Ensino Fundamental 1 e profissionais de áreas afins com reflexões e práticas inspiradas na abordagem construtivista.

Método

Além de reflexões teóricas sobre ensino-aprendizagem, desenvolvimento, cognição, letramento, a escola da atualidade e quem ela forma e para que mundo, o curso oferece oficinas de planejamento, com elaboração de projetos e atividades, com ênfase em linguagens, recursos e ferramentas que enriquecem o processo de aprendizagem.

Justificativa

O pensamento de Jean Piaget e Leon Vygotsky tem sido norteadores na sala de aula da Educação Infantil e do Ensino Fundamental 1. Ele forma a base do construtivismo, que coloca a criança no centro da aprendizagem, protagonizando o evento. Ao chegar à escola, traz consigo conhecimentos de mundo que são compartilhados com os seus pares e que se renovam a cada experiência. Contexto, conhecimento, realidade não são entidades fixas. Estão, ao contrário, em constante processo de mudança. A experiência da escrita também inicia muito antes da alfabetização. Ela acontece em um processo de formulação de hipóteses, que culminam na apropriação da leitura e escrita e dos letramentos, que são, por sua vez, os usos competentes da leitura e escrita nas práticas sociais. A escola é o espaço de contato com outros conhecimentos e realidades cambiantes, em constante processo de transformação, por isso deve estar conectada a esse mundo, de modo intenso. A diversidade, a convivência com a diferença, faz com que a escola seja o ambiente perfeito para a formação das crianças. Sua contribuição é formar pessoas autônomas, éticas, críticas e atentas ao mundo, com habilidades de fazer deslocamentos, ao contrário de fixar os sujeitos. Essas pessoas devem ser cientes da sua responsabilidade pessoal na construção de um mundo mais sustentável, agregador e humano.